ichsa 120  Interdisciplinar em Ciências Humanas e Sociais Aplicadas

O curso é composto pela área de concentração, “Modernidade e Políticas Públicas”, desdobrando-se, por sua vez, em duas linhas de pesquisa: “Sustentabilidade e Proteção Social” e “Mudanças Tecnológicas e Condição Humana”.

Área de Concentração “Modernidade e Políticas públicas”

Partindo da compreensão da fragmentação e da disciplinarização do conhecimento científico operadas ao longo da modernidade, volta-se para métodos e teorias capazes de enfrentar os problemas contemporâneos (teóricos e práticos) e construir subsídios para seu enfrentamento no campo das políticas públicas. Para isso, são construídas estratégias metodológicas e abordagens interdisciplinares, no campo das ciências humanas e das ciências sociais aplicadas, a partir de perspectivas que dialogam e integram conhecimentos de áreas diferentes. As linhas de pesquisa demandam tais abordagens, permitindo enfrentar estas questões por dois eixos, expressando questões para além das fronteiras dos conhecimentos básicos e aplicados que envolvem tanto o contexto teórico das mudanças sociais, tecnológicas e ambientais ocorridas no bojo da modernidade quanto suas implicações para a condição humana, a sustentabilidade e para a formulação, implantação e avaliação de políticas públicas.

Linha de Pesquisa “Sustentabilidade e Proteção Social”

Volta-se para as mudanças ambientais, dinâmicas territoriais, sustentabilidade, vulnerabilidade e segurança, abordados no contexto das discussões sobre desenvolvimento, de um lado, e da proteção social e da promoção de saúde, de outro. Ocupa-se das causas, consequências e dinâmicas das interações sociedade-ambiente, manifestas em problemas de gestão de sistemas produtivos, de planejamento de ações de desenvolvimento e suas consequências para a vulnerabilidade das populações e ecossistemas. As disciplinas desta linha de pesquisa permitirão a compreensão e enfrentamento de problemas ligados às mudanças ambientais e suas relações com as mudanças sociais, as quais repercutem na produção de riscos, nos processos econômicos e na vulnerabilidade da população e das instituições, tendo em vista a gestão e a formulação de políticas públicas.

Linha de Pesquisa “Mudanças Tecnológicas e Condição Humana”

Volta-se para princípios éticos e intersubjetivos que se referem à fragmentação dos saberes ocorrida na modernidade – em particular pelas mudanças científico-tecnológicas – e suas reverberações na subjetividade, na difusão e construção de valores humanísticos e na forma de produzir e institucionalizar o conhecimento na forma de políticas públicas. No contexto da sociedade tecnificada atual, é necessário compreender as implicações das transformações tecnológicas e do padrão de desenvolvimento da modernidade sobre as relações intersubjetivas e de construção dos conhecimentos, exigindo políticas públicas aderentes a estas condições, especialmente no campo da ciência, da política e dos valores, que contribuam para a formulação de políticas que promovam uma requalificação do sentido de homem e humanidade.

A relação entre área de concentração e linhas de pesquisa organiza e articula a produção e atuação dos docentes junto aos discentes, tanto no desenvolvimento das disciplinas quanto das atividades de pesquisa e orientação, dispostas em laboratórios e grupos de pesquisa.

 

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS
UNICAMP • Campus 2

R. Pedro Zaccaria, 1300
Limeira-SP  •  CEP 13484-350

 

DIRETORIA DE ENSINO
Bloco Verde, 1o. andar - Ensino 1

posgrad@fca.unicamp.br
(0xx19) 3701-6655 

Horário de atendimento
Seg. à Sex. das 10h30 às 12h30 / 14h30 à 19h / 20h às 21h30